Faculdade Guanambi migra para Centro Universitário após nota máxima na avaliação e homologação do MEC

Publicado em 9 de janeiro de 2018.


A Faculdade Guanambi (FG), no ano em que completa 15 anos de atuação no que se refere à educação superior, foi transformada em Centro Universitário. O Ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho assinou, na tarde de sexta-feira (22), a portaria de homologação, que foi publicada no dia 26/12/2017, no Diário Oficial da União.

A portaria foi publicada após cumpridas todas as etapas exigidas pelo Ministério da Educação, que incluíram a visita de uma comissão especial do MEC, apreciação do parecer dos avaliadores no Conselho Nacional de Educação (CNE) e assinatura do Ministro da Educação. Na ocasião da visita de avaliação, que aconteceu em fevereiro deste ano, a FG obteve nota máxima em todas as dimensões em que foi avaliada.

O relatório elaborado pela comissão especial avaliou a Faculdade Guanambi em cinco eixos: Planejamento e Avaliação Institucional; Desenvolvimento Institucional; Políticas Acadêmicas; Políticas de Gestão e Infraestrutura Física.

De acordo com o relatório, a Instituição cumpre todos os requisitos legais que se aplicam ao ato de Credenciamento Centro Universitário. Neste cenário, a FG passará a ser o único Centro Universitário com conceito máximo (5) do estado da Bahia e referência dentre as instituições de ensino do país.​

UniFG – A migração para Centro Universitário promoverá uma reestrutura administrativa e acadêmica na FG. Segundo o Diretor Geral, Prof. Georgheton Nogueira, a mudança já começa pelo nome da instituição, que passa a se chamar UniFG.

“O resultado positivo da migração para Centro Universitário é fruto do trabalho sério que a FG vem desenvolvendo ao longo dos últimos 15 anos. A nota máxima na avaliação e a aprovação no CNE só atestam a responsabilidade que temos para com a oferta do ensino superior aqui no interior do Nordeste”, afirma Nogueira.

Segundo o presidente da M​antenedora da Faculdade Guanambi, Felipe Duarte,  a migração para Centro Universitário implica em maior autonomia institucional para abertura de novos cursos e ampliação dos investimentos na plataforma de pesquisa, especialmente com a abertura de novos programas de Mestrado e Doutorado.